Select Page

Catedral Metropolitana de Medellín: A Catedral Metropolitana de Medellín teve o início de sua construção ainda no século XIX, em 1890, mas só foi concluída 40 anos depois, em 1931. Foi projetada em estilo neo-românico pelo arquiteto francês Charles Émile Carré e apresenta planta em cruz latina. Para sua construção, foram utilizados cerca de 1.200.000 tijolos maciços. Há suposições, inclusive, de que a igreja tenha sido a responsável pela profusão de tijolos como revestimentos na cidade.

Por sua importância histórica e arquitetônica, a Catedral Metropolitana de Medellín é, desde 1982, Monumento Nacional da Colômbia.

Ladrillo macizo, pues para su construcción se utilizaron aproximadamente 1.120.000 ladrillos de 8 decímetros cúbicos cada uno (unidos entre sí con argamasa), los cuales envuelven un volumen de 97.000 metros cúbicos. Por su valor histórico y por ser una de los principales obras arquitectónicas del país, fue declarada Monumento Nacional de Colombia el 12 de marzo de 1982.

img01

Metrocable de Medellín: O sistema de metrocable foi concebido para melhorar o transporte para os cidadãos de Medellín. A ideia permitiu não só a materialização de tal melhoria, mas também a inclusão social dos moradores da comunidade de Santo Domingo, que, a partir de então, conseguiam ter acesso ao resto da cidade.

img02

| Biblioteca Parque Espana de Medellin: o projeto foi criado pelo arquiteto Giancarlo Mazzanti. O edifício foi implantado no alto da comunidade Santo Domingo e a sua arquitetura não dialoga com a do restante do bairro. A fachada é em ardósia preta e a estrutura em concreto armado, muito diferente das casas em tijolo cerâmico aparente que encontramos caminhando por toda a vizinhança. A construção é um verdadeiro elefante preto na paisagem.
O interessante é encontrar na “favela” este tipo de equipamento, com excelente infraestutura, possibilitando desenvolvimento humano e dando oportunidades para as pessoas moradoras de uma região marcada pelo narcotráfico e que era uma das mais violentas de Medellin a 10 anos. | L.

| Parque Biblioteca España: Projetado pelo arquiteto colombiano Giancarlo Mazzanti, o Parque Biblioteca de España abriga, além de uma grande biblioteca pública, espaços para oficinas de inclusão social. O edifício contrasta bastante (talvez até de maneira um pouco agressiva) com seu entorno – tanto por suas dimensões monumentais, quanto por seu material de revestimento, um contraponto aos tijolos das casas – e foi inspirado no relevo local, imitando grandes maciços rochosos. Graças a ele e à sua representatividade, houve uma grande mudança em Santo Domingo. A comunidade, que há dez anos sofria muito com a violência, hoje pode ser acessada tranquilamente, e seus habitantes não têm mais vergonha se de assumir enquanto moradores daquela área.
Esse fato exemplifica bem como a arquitetura, associada a projetos sociais, pode contribuir para o desenvolvimento de uma comunidade. | T.

img03

21/09 – | Centro de Medellin: manhã flanando e descobrindo a região. O detalhe do canteiro central chamou muito a minha atenção. Uma alternativa muito interessante para as gramas tão utilizadas em BH. Além disso, o desenho e o relevo diferentes inibem um pouco aquelas pessoas que tentam atravessar fora da faixa de pedestre, no meio de grandes avenidas movimentadas. | L.

img04

| Plaza Botero: Localizada em um ponto estratégico da cidade, a Praça Botero é uma espaço amplo que exibe 23 esculturas do artista colombiano Fernando Botero. Antes, o lugar era obscuro e degradado e hoje se transformou em um exemplo de recuperação social e espaço de entretenimento. Enquanto visitávamos a praça, verificamos um movimento intenso de vendedores ambulantes, passantes e artistas. Um formigueiro incrível! | T.

img05

Superfícies. — Instituición Educativa Ciudadela Nuevo Occidente

img06

Cobertura do jardim infantil da rede Pajarito em Aurora — La Aurora.

img07

Jardim infantil em La Aurora — La Aurora.

img08

| Aeroporto Internacional Jose Maria Cordova (Medellin). Cidade quente, cobertura de vidro. Cadeia pro arquiteto! | S.

img09

Jardim infantil La Aurora, projeto da PlanB arquitetura

img10

Em La Aurora o projeto previu lojas. Mas estão todas fechadas no Domingo e o comércio acontece nas barraquinhas ao lado.

img11

Biblioteca Parque San Javier. Ao contrário do projeto visitado ontem, aqui os espaços internoa são muito bem planejados, conectados entre si e com o exterior. Há pátios internos, passarelas, espaços agradáveis de estar e muita luz!

img12

Biblioteca Parque San Javier – áreas internas.

img13

Centro de Medelin Sabado: congestão!

img14

| Talvez pela maior proximidade geográfica, a influência norte americana é maior aqui do que no Brasil. Miami, Porto Rico e Panamá parecem ser destinos procurados por colombianos. | S.

img15

Mercado das pulgas ao longo da Carrera 7, centrão de Bogotá. Domingo, 18:30h e a rua cheia de gente!

img16

Ainda o mercado das pulgas. Produtos expostos pela calçada e encontra-se de tudo.

img17

A principal cervejaria artesanal de Bogotá.

img18

Nós dos Grupos de Pesquisa Indisciplinar e Praxis da UFMG vamos participar do conversatório em Bogotá esta semana promovido pelo coletivo Arquitectura Expandida junto com com coletivos de arquitetura como Todo Por la Praxis e Left Hand Rotation.

img19

Participamos da intervenção no bairro Caminho Viejo durante este final de semana e é impressionante viver de perto a potência do trabalho do coletivo junto à comunidade. Territórios sendo ativados por ações que abrangem novos modos de fazer arquitetura. A indisciplinaridade se faz presente e o afeto é o principal combustível.

img20 img21 img22 img23 img24 img25

| Mais fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.607062512671684.1073741828.203963516314921&type=1 |

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com