Select Page

Projeto de Los Mesas.

imagem 01 _ orquideorama josé jerónimo triana

Jardim Botânico.

imagem 02 _jardim botânico imagem 03 _ jardim botânico

| 18/09 – Uma paisagem homogênea em relação à arquitetura, esta foi a minha primeira impressão sobre Medellin. A cidade apresenta a maioria das edificações, antigas ou novas, em tijolinho aparente, cujas principais cores que se destacam são o laranja do material e o verde da arborização abundante. As montanhas circundam todo o território, situado no fundo de um vale, o que torna o lugar ainda mais peculiar. | Letícia

img 04

| 18/09 – Cerro de Nutibara: um mirante natural no centro de Medellin. O lugar ideal para entender a logística do espaço, isso é identificar os locais importantes da cidade e como ela se insere no relevo. O espaço nos sugere que a cidade cresceu para além do fundo do vale e “subiu” as montanhas, principalmente,  pela classe menos desenvolvida, á nordeste. | Letícia

img 05

| Medellín é uma cidade muito diferente das que temos no Brasil. Muito arborizada, tem a maioria de seus edifícios em tijolos aparentes, o que dá à paisagem um tom terroso bastante peculiar.
Traçado urbano de Medellín: Quando chegamos, tivemos dificuldade em entender a lógica da cidade, com suas “calles” e “carreras” identificadas por números (as ruas ou avenidas chamam-se “Calle 10” ou “Carrera 10”, por exemplo). Percebemos, enfim, que o as calles posicionam-se no sentido norte-sul e as carreras têm direção leste-oeste. |
img 06
Cerro Nutibara e el Pueblito Paisa: o Cerro Nutibara é um parque montanhoso de Medellín, que, por estar mais alto do que o seu entorno, funciona como um excelente mirante. Neste ponto turístico está o Pueblito Paisa, uma réplica de um povoa…do típico de Antioquia (nome dado a um dos 32 departamentos da Colômbia e que tem como capital a cidade de Medellín). No local, é possível encontrar um pouco do artesanato e dos doces tradicionais da região.
img 07
Tijolinho em medellin. Lajota 10×10 em bh. Reflita.
img 08
Neon, noel, neon com tantas luzes e letreiros, parece natal em Vegas.
imagem 09 imagem 10
“Tan arquitecto como artista, tan poeta como político, tan teórico como emotivo, tan práctico como soñador, tan cosmopolita como local, (Rogelio Salmona) tuvo como pocos, ojos para apreciar y valorar las dos caras de la luna. Ese fue su gran mérito en la escena nacional y latinoamericana de la arquitectura.”
imagem 11
Medellin passou por importantes intervenções urbanísticas. Esta é em moravia, área de favelas. Crianças correm pelas fontes no calor da cidade. Afinal, água é pra quê?
img 12
| 19/09 – Centro de Desarollo Cultural de Moravia: um centro difusor de cultura, localizado na comunidade de Moravia, em Medellín. Um projeto fantástico desenvolvido em um edifício do arquiteto Rogelio Salmona. | Thaís Valle
img 13
Moravia – a intervenção na favela respeita a conformação espacial do lugar e acontece de forma muito mais delicada do que costumamos ver. O tratamento do piso e os canteiros criados obedecem os caminhos existentes, ao invés de tentar impor um novo traçado, formando pequenos “pátios” e áreas de convivência onde já havia afastamentos maiores e alargamentos nas vias.
img 22
Mais de morávia. Ao fundo, crianças fazem do chão da praça escorregador. Quando crescerem, terão ótimas lembranças do espaço público. Queria infâncias assim no brasil.
img 14
Centro de Desarollo Cultural de Moravia: Para que desse certo, foi necessário que o Centro fosse até as pessoas e expusesse sua propostas, sua razão de ser. Hoje, o edifício disponibiliza espaços para a ocorrência de aulas, etc.
imagem 15
EPM (Empresas Públicas de Medellín): EPM é uma empresa de serviços domiciliários de energia, gás natural, água e saneamento. É pública, mas se faz disponível a todas as “viviendas”, mesmo as irregulares ou ilegais, a fim de que seus moradores tenham acesso às facilidades por ela oferecidas.
imagem 16 _ epm
Palestra do arquiteto Edgar Mazo em Universidad Pontifícia Bolivariana sobre seu projeto para toda a região lindeira ao Rio Medellin.
 imagem 17
Centro de Desarollo Cultural de Moravia, de Rogelio Salmona. O cuidado com o detalhe é notável em todo o projeto.
imagem 18
| 19/09 – Habitações de baixa renda. É um ótimo exemplo de como começou Moravia, segundo Juan, professor do Centro de Desarrollo Cultural de Moravia. A região era um antigo depósito de lixo e os moradores, construíam as suas casas com materiais de diversos tipos encontrados no próprio terreno. | Letícia
imagem 19
Gastronomia:
Sorvete de arequipe: parece um doce de leite,
Oblea: sanduíche de hostia com recheio de geléia ou doce de leite,
Água ensacada: difícil de tomar,
Bolinho de Arepa: é feito de milho, não temos nada parecido no Brasil, é massudo e crocante,
Churro de Pollo: espetinho de frango, mas o gosto do frango é diferente do brasileiro,
Platanitos: chips de banana feitos na hora, excelente.
imagem 20
| 19/09 – Vista do alto da comunidade Moravia, fechamos a visita com chave de ouro. | Letícia
imagem 24
Centro de Desarollo Cultural de Moravia
imagem 25
Related articles