Select Page

Em Setembro de 2014, a Professora Natacha Rena participou como tutora do curso Común da Escuela de Garaje, em Bogotá, colaborando com grupos de estudo e discussão a partir de práticas artísticas experimentais e interdisciplinares.

O evento contou ainda com a participação de Felipe Guerra, Alejandra Sarria e Pablo de Soto, cujo projeto de pesquisa Mapping The Commons conta com a participação de Natacha.

Laagencia

É um projeto de arte realizado coletivamente que se iniciou em Junho de 2010 no bairro de Chapinero, em Bogotá. A Laagencia tem como proposta elaborar, de maneira informal, um espaço de experimentação e criação no campo cultural, dentro do qual se concebeu a Escuela de Garaje.

Escuela de Garaje

A Escuela de Garaje parte, por um lado, do desejo  de unir formatos curatoriais, e por outro, da intenção de produzir um processo que permita articular diferentes problemáticas urgentes e insurgências aos novos processos artísticos independentes ou autônomos que tenham emergido em Bogotá desde 2010.

A Escuela é um programa de investigação preliminar; um rascunho para um projeto cuja finalidade ainda não pode ser prevista; um estágio “beta”, anterior a construção de uma versão final; eventos que não são articuladas sob uma premissa da “eficácia”; Em novembro de 2013, foram apresentados na Laagencia e outras áreas da cidade uma série de execuções: projeções, palestras, mesas-redondas, entrevistas, lançamentos de textos, performances, um grupo de estudo, e uma publicação.

10672281_767318809994387_1514773628661840700_n

Parte programa de curadoria e parte pseudo-programa de investigação, a Escuela de Garaje aponta para um esquema preliminar e preparatório para explorar diferentes práticas e processos de produção de cenários discursivos. Concebido apenas como uma agregação de eventos paralelos a uma estrutura ausente, o formato enfatiza uma construção e constituição extra-curricular: extra denotando um espaço periférico – o “fora” de uma área limitada. Para utilizar analogias descartáveis: uma improvisação sem roteiro e uma série de eventos que, orbitando, seguem trajetórias distintas e evadem um campo gravitacional único.

Común

O programa, compreendido entre 13 e 26 de Setembro de 2014, fora organizado em dois blocos paralelos:

Grupos de estudo cujas sessões, realizados na Galeria Santa Fé, foram apresentadas como oportunidades para discutir questões relativas à dinâmicas espaciais, o urbanismo neoliberal e a cartografia do comum, tratando de tópicos como gentrificação, expropriação, ocupação, privatização, etc. em uma dinâmica discursiva à luz dos discursos de Deleuze e Focault. Os participantes eram 15 bolsistas acompanhados por Natacha Rena, Felipe Guerra Alejandra Sarria e a equipe da Laagencia.

 

10683548_764099190316349_5291752591273552660_o

Banquetes, os quais se tratavam de encontros com convidados que, a partir de suas experiências, realizavam performances discursivas, isto é, derivas, monólogos, jogos, palestras ou apresentações audiovisuais de aspecto indefinido.

O processo desenvolvido ao longo do curso culminou na publicação Volumen Común, cujo evento de lançamento ocorreu em 9 de Maio de 2015 no Parqueadero, Banco de la República, em Bogotá.

11205057_10153124331090838_4061883061961144278_n

A publicação completa pode ser baixada gratuitamente aqui.

Laagencia // Escuela de Garaje