| Bogotá | 9º dia |

Cecília e Natacha apresentam artigo no 7º Congresso Latinoamericano de Ciências Políticas _ ALACIP. Cecília no 7º Congresso Latinoamericano de Ciencias Politicas, apresentando um dos resultados de seu TCC. Restaurante em frente ao parque em Chapineiro alto! Um dos lugares mais charmosos da cidade. | O filme é mexicano, mas adequado à Colômbia. Em termos de liberdade sexual, aqui é o brasil sete anos atrás. |...

| Bogotá | 8º dia |

| Museo del Oro – Algumas das peças expostas: 1. Carimbo para desenhar sobre a pele; 2. Narigueira e alargador para as orelhas; 3. Outros enfeites para o corpo. | T. Biblioteca Pública Virgilio Barco – Salmona.   A luz e o espaço externo entram por toda parte no projeto de Salmona _ Ludoteca Virgilio Barco. Enquadramentos precisos, paisagismo delicado, aproveitamento da luz natural _ Biblioteca Virgilio Barco. Terraços, passarelas, guarda corpos baixos: arquitetura para ser percorrida. Sem neurose. — Parque Biblioteca Virgilio Barco. Galera reunida na laje — Biblioteca Virgilio Barco. Casa da Chuva e a importância da arquitetura como ativadora de práticas sociais, políticas e culturais na comunidade. Neste caso criou-se uma rede de atividades com outras comunidades. Quando as micropolíticas ativam conexões biopotentes. Visita à Casa da Chuva! A comunidade nos recebe para a visita com Ana, a arquiteta de Arquitectura Expandida.    Telhas como vedação. Diego de Todo Por La Todo Por la Praxis ! Ativismo urbano contra a gentrificação em Madrid. Líder comunitário da Casa da Chuva apresenta a experiência da integração entre arquitetura e comunidade. Debatendo arquitetura, ativismo e comunicação.   As Ninjas Indisciplinadas! | Biblioteca Publica Virgilio Barco: No caminho para o aeroporto, mais um espaço dedicado ao saber e à comunidade. Com uma arquitetura que amplia as possibilidades de percurso e visadas. E com uma vista de dar inveja. | T. | 25/09 Bogotá – Biblioteca Virgílio Barco: Arquitetura sensacional de Salmona. Para entende-la tem que percorre-la! | L. | Bogotá 24/09 vista interna da “casa de la lluvia de ideas”. A casa recebeu esse nome por sugestão de uma senhora da comunidade que relacionou este com outro projeto na região, a casa do vento também...

| Bogotá | 7º dia |

Espremidas e sacolejando no BRT de Bogotá. Aqui, os motoristas também acham que passageiro é saco de batata. Transmillenium. BRT de Bogotá.   Zona T. Hoje em mapa Teatro / Bogotá! No se pierdan mañana la mesa redonda como continuación del taller: GENTRIFICACIÓN NO ES UN NOMBRE DE SEÑORA. Mesa redonda: Abandono, especulacion, expulsion — Gentrificación no es un nombre de señora (Bogotá). | 24/09 Bogotá – Museo del Oro: um passeio interessantíssimo, mas que fica melhor com a presença de um guia que, além de contar um pouco sobre a historia do que estava no museu, fez várias explicações cortando papéis dourados para reproduzir as peças em ouro que estavam expostas. É um dos dois locais da Colômbia que está no livro “1000 Lugares para se conhecer antes de morrer”. | L. | Museo del Oro. A imagem como instrumento de poder. | S. | “Minutos”. Por um valor que varia entre 100 a 200 pesos, pode-se ligar pra qualquer operadora. Atenção para a quantidade de aparelhos. | S. | “Un buen deseño multiplica el espacio.” | Autor desconhecido | L. Discussão sobre a legalização das drogas na colômbia. Segundo informaram os divulgadores, o foco é maconha e cocaína. Encontro com os coletivos Todo por La Praxis, Arquitectura Expandida e Left Hand Rotation. | Antigo escritório de Rogelio Salmona no 20o andar de um de seus edifícios do conjunto de residências El Parque. A construção das torres fundamenta-se nas propostas de  Salmona de construir uma cidade mais democrática com espaços públicos que promovessem a socialização; e deve-se a urgência da cidade de Bogotá em abrigar os imigrantes no meio...

| Bogotá | 6º dia |

Conversando con La Otra. Bienal de Arte Contemporáneo. Bogotá 2013. Martes 24 Septiembre, 5pm, Mapa Teatro (Carrera 7, Nº23-08.) La mesa redonda “Abandono, especulación, expulsión: Gentrificación”, será un espacio para el debate y el diálogo entre colectivos, investigadorxs y ciudadanxs que interpelan desde la teoría, la acción política y las prácticas artísticas, la gentrificación en particular y de manera general las políticas neoliberales de transformación urbana. | Evento: https://www.facebook.com/events/166054573598135/?context=create | Workshop com TXP e Arquitectura Expandida em Bogotá.    Bogotá – pátio do Museo Botero. Plaza de Toros, La Santa Maria. Barrio Candelaria. Biblioteca Luiz Angel Arango. Salmona e Plaza del Toros. Provando a comida típica de Bogotá — La Candelaria. Ajiaco. | Queijo frescal, figo com doce de leite, pamonha, arroz doce. Minas é aqui. | S. O Brasil é aqui! Sociedade Economica de amigos do país! Pátios de Bogotá — La Sociedad — Restauran. Plaza Simon Bolívar. Taller Escuela Bogotá – oficinas de marcenaria, gastronomia, fabricação de instrumentos musicais etc. Projeto incrível de restauro. Militares e noivas. Tudo misturado no centro de Bogotá. Escuela Taller. Escuela Taller. Móveis constrídos pelos estudantes da escola.    Escuela Taller.           | Museo Botero. Complexo da Lagoinha. Só que não. Escada e passarelas de madeira e metal. | (s) | Bogotá 23/09 – Museo Botero: lugar agradabilíssimo em que pode-se admirar as obras do colombiano Fernando Botero. Ele retrata com humor cenas e pessoas do cotidiano com traços físicos de gordinhos e um estilo artístico inconfundível. Em sua natureza morta, sempre é possível observar comidas mais calóricas, como sorvetes e bolos. | L. | Fundación Escuela Taller de Bogotá: A Fundación Escuela Taller de Bogotá...

| Medellin — Bogotá | 5º dia |

Catedral Metropolitana de Medellín: A Catedral Metropolitana de Medellín teve o início de sua construção ainda no século XIX, em 1890, mas só foi concluída 40 anos depois, em 1931. Foi projetada em estilo neo-românico pelo arquiteto francês Charles Émile Carré e apresenta planta em cruz latina. Para sua construção, foram utilizados cerca de 1.200.000 tijolos maciços. Há suposições, inclusive, de que a igreja tenha sido a responsável pela profusão de tijolos como revestimentos na cidade. Por sua importância histórica e arquitetônica, a Catedral Metropolitana de Medellín é, desde 1982, Monumento Nacional da Colômbia. Ladrillo macizo, pues para su construcción se utilizaron aproximadamente 1.120.000 ladrillos de 8 decímetros cúbicos cada uno (unidos entre sí con argamasa), los cuales envuelven un volumen de 97.000 metros cúbicos. Por su valor histórico y por ser una de los principales obras arquitectónicas del país, fue declarada Monumento Nacional de Colombia el 12 de marzo de 1982. Metrocable de Medellín: O sistema de metrocable foi concebido para melhorar o transporte para os cidadãos de Medellín. A ideia permitiu não só a materialização de tal melhoria, mas também a inclusão social dos moradores da comunidade de Santo Domingo, que, a partir de então, conseguiam ter acesso ao resto da cidade. | Biblioteca Parque Espana de Medellin: o projeto foi criado pelo arquiteto Giancarlo Mazzanti. O edifício foi implantado no alto da comunidade Santo Domingo e a sua arquitetura não dialoga com a do restante do bairro. A fachada é em ardósia preta e a estrutura em concreto armado, muito diferente das casas em tijolo cerâmico aparente que encontramos caminhando por toda a vizinhança. A construção é...

| Medellin | 4º dia |

City tour é feito aqui!   Nuestra Señora de La Gaiola. | Burburinho no el poblado. Um rapaz acabou de me dizer: “esta rua deveria ser fechada pra carro”. De certo modo, ela já é. | S. | Plaza de Cisneros: localizada no meio de um comércio interessantíssimo e altamente popular, uma praça iluminada basicamente por 300 postes de luz gigantes. Aqui, a iluminação também vira uma obra de arte! | T. | Quem disse que pão de queijo só existe no Brasil? Na Colômbia, o “pan de bono”, como é chamado, é muito similar ao pãozinho tradicional de Minas Gerais, porém, sua forma é mais achatada e, seu sabor, adocicado. Delicioso, lembra o nosso amado pão de queijo. Servidos? | T. PF colombiano e suco de lulu. Muitas semelhanças nos aproximam deste país. El objetuario, evento do Projecto NN no centro de Medellin. — Parque de Las Luces Medellin. Indisciplinar em Bogotá! Edifício no centrão de medellin. tentei analisar se a orientação do brise era correta, mas o sol tava a pino (nem sabia o que era norte) e, vamos combinar, tenho coisa muito mais interessante a fazer aqui.  | Catedral Metropolitana: tijolinho e teto de madeira sem nenhuma pintura. Fantástica! | S. Texturas. — El Hueco. De Alejandro Sánchez Lopera, artigo numa revista excelente Nómadas, Bogotá, Universidad Central. — Museo Nacional de Colombia. Metrocable visto a partir da Biblioteca Parque España. Parque Biblioteca España. Complexo aquático dos jogos Sulamericanos – projeto do arquiteto Edgar Mazo. Estação de Metrocable Santo Domingo. Os carros passam a toda hora conectando a favela à Cidade Formal. Deles, se pode ver várias intervenções recentes, como a...

| Medellin | 3º dia |

Edgar Mazo nos acompanha à Moravia. Aqui estamos no alto da montanha de “basura” da região, da qual foram removidas muitas famílias. No alto da montanha de basura da região de Moravia, da qual foram removidas muitas famílias, algumas habitações resistem. A tipografia stencil já é. Bicicletas adaptadas e o universo vasto de inteligências coletivas em Medellin. A estrela é verde. A cortina é vermelha. Um mar de ladrilhos cobre as montanhas em Medellin. Por aqui os tijolos são o Comum do material arquitetônico. Casas ricas e pobres configuram um tapete liso e sem direção. Ervas. No Centro Cultural Moravia, projeto de Salmona, a água está em toda parte. Promenades em Antióquia. Horta comunitária e jardim interno. Arquitetura de Salmona e a delicadeza de cada mínimo detalhe: acabamentos entre tijolo e concreto e o desenho minucioso das formas de concreto.   Detalhe da fachada do Centro Cultural Moravia: cobogó para ventilar o interior do edifício + friso no piso que recolhe água da chuva para que escoe em calha interna.   Jardineiras são para assentar. Chegada ao Centro Cultural Moravia, um dos mais belos edifícios de Salmona em uma das mais emblemáticaa favelas de Medellin. Escadarias para assentar e rampas para escorregar. Rampa-escada: escorrega-pula. Parque Explora.   Parque Explora.    Paisagismo exuberante do Parque Explora, desenho de bancos que acontecen nas rampas. Parque Explora.    Quem quer manga? Interior do hall de entrada para o Jardim Botânico de Medellin. Natureza enredada.   Parque dos Desejos.    Jardim de capins. Snack Medellin. Universidad Salazar. | Aula de natação no complexo aquático projetado pelo arquiteto Edgar Mazo. Diversão no visor da piscina. |...

| Medellin | 2º dia |

Projeto de Los Mesas. Jardim Botânico.   | 18/09 – Uma paisagem homogênea em relação à arquitetura, esta foi a minha primeira impressão sobre Medellin. A cidade apresenta a maioria das edificações, antigas ou novas, em tijolinho aparente, cujas principais cores que se destacam são o laranja do material e o verde da arborização abundante. As montanhas circundam todo o território, situado no fundo de um vale, o que torna o lugar ainda mais peculiar. | Letícia | 18/09 – Cerro de Nutibara: um mirante natural no centro de Medellin. O lugar ideal para entender a logística do espaço, isso é identificar os locais importantes da cidade e como ela se insere no relevo. O espaço nos sugere que a cidade cresceu para além do fundo do vale e “subiu” as montanhas, principalmente,  pela classe menos desenvolvida, á nordeste. | Letícia | Medellín é uma cidade muito diferente das que temos no Brasil. Muito arborizada, tem a maioria de seus edifícios em tijolos aparentes, o que dá à paisagem um tom terroso bastante peculiar. Traçado urbano de Medellín: Quando chegamos, tivemos dificuldade em entender a lógica da cidade, com suas “calles” e “carreras” identificadas por números (as ruas ou avenidas chamam-se “Calle 10” ou “Carrera 10”, por exemplo). Percebemos, enfim, que o as calles posicionam-se no sentido norte-sul e as carreras têm direção leste-oeste. | Cerro Nutibara e el Pueblito Paisa: o Cerro Nutibara é um parque montanhoso de Medellín, que, por estar mais alto do que o seu entorno, funciona como um excelente mirante. Neste ponto turístico está o Pueblito Paisa, uma réplica de um povoa…do típico de...

| Medellin | 1º dia |

Programação artístico-cultural intensa em Medellin. O 43 Salon (Inter) Nacional de Artistas da Colômbia presente em diversos Museus, Galerias e espaços alternativos da Cidade. |VISITA AO MAMM _MUSEU DE ARTE MODERNA DE MEDELLIN| Exposição com Obra Interativa do Ernesto Neto no Museo de Arte Moderna de Medellin dominando o átrio central do espaço. Um dos curadores da coletiva é o belorizontino Rodrigo Moura. | links com mais informações: |...
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com