Select Page

O projeto Cartografias Emergentes: a distribuição territorial da produção cultural em Belo Horizonte, desenvolvido pelo grupo INDISCIPLINAR (Escola de Arquitetura e Design da UFMG) e financiado pelo CNPq (Conselho Nacional de Pesquisa), MinC (Ministério da Cultura), e SEC (Secretaria de Economia Criativa) inclui, além de um processo intenso de pesquisas envolvendo cultura em suas diversas possibilidades, trabalhos desenvolvidos junto aos alunos da disciplina UNI 009 Cartografias Emergentes II, na Escola de Arquitetura, durante o segundo semestre de 2014. A pesquisa tem como objetivo cartografar equipamentos e eventos culturais no território de Belo Horizonte, criando um mapeamento abrangente que contemple um leque amplo de iniciativas e que inclua, para além dos equipamentos oficiais, práticas auto-organizadas, efêmeras ou de escala local. Tomando a cartografia como processo de criação coletiva que incorpora os atores cartografados em sua produção, propõe-se não apenas ter um panorama diversificado da cena cultural Belo Horizontina, mas também dar visibilidade a manifestações culturais que busquem conquistar oportunidades mais justas de captação de recursos e de apoio voltados ao incentivo à cultura.