Select Page

Espremidas e sacolejando no BRT de Bogotá. Aqui, os motoristas também acham que passageiro é saco de batata.

img01

Transmillenium. BRT de Bogotá.

img02 img03

Zona T.

img04

Hoje em mapa Teatro / Bogotá!
No se pierdan mañana la mesa redonda como continuación del taller: GENTRIFICACIÓN NO ES UN NOMBRE DE SEÑORA.

img05

Mesa redonda: Abandono, especulacion, expulsion — Gentrificación no es un nombre de señora (Bogotá).

img06

| 24/09 Bogotá – Museo del Oro: um passeio interessantíssimo, mas que fica melhor com a presença de um guia que, além de contar um pouco sobre a historia do que estava no museu, fez várias explicações cortando papéis dourados para reproduzir as peças em ouro que estavam expostas. É um dos dois locais da Colômbia que está no livro “1000 Lugares para se conhecer antes de morrer”. | L.

| Museo del Oro. A imagem como instrumento de poder. | S.

img07

| “Minutos”. Por um valor que varia entre 100 a 200 pesos, pode-se ligar pra qualquer operadora. Atenção para a quantidade de aparelhos. | S.

img08

| “Un buen deseño multiplica el espacio.” | Autor desconhecido | L.

Discussão sobre a legalização das drogas na colômbia. Segundo informaram os divulgadores, o foco é maconha e cocaína.

img09

Encontro com os coletivos Todo por La Praxis, Arquitectura Expandida e Left Hand Rotation.

img10

| Antigo escritório de Rogelio Salmona no 20o andar de um de seus edifícios do conjunto de residências El Parque. A construção das torres fundamenta-se nas propostas de  Salmona de construir uma cidade mais democrática com espaços públicos que promovessem a socialização; e deve-se a urgência da cidade de Bogotá em abrigar os imigrantes no meio do século XX. | M.

img11

| Tudo por dois mil pesos! | 2000 pesos = 2,40 reais |

img12