VAC 2017: Indisciplinar convida para o Seminário “A razão neoliberal ataca o território”

A RAZÃO NEOLIBERAL ATACA O TERRITÓRIO: GENTRIFICAÇÃO E RE-COLONIZAÇÃO NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO Vivemos em tempos sombrios pós-golpe de estado-jurídico- midiático no Brasil e as ameaças à expansão de políticas urbanas segregadoras, que sempre assolaram o espaço urbano, parecem avançar sobre os territórios. A razão neoliberal que domina as políticas públicas em todo o mundo desde os anos 80, ganha corpo somadas às gestões municipais altamente conservadoras. As minorias (que são na verdade maiorias em nosso país) correm o risco de verem o pouco que tinham de direito à cidade, desaparecer. Prefeitos machistas, pertencentes à elite burguesa e/ou religiosa, assumem as 3 maiores capitais anunciando que haverá um trabalho austero para higienizar as regiões centrais. É momento para debater sobre as resistências possíveis ao avanço da neoliberalização gentrificadora sobre nossas cidades. Portanto, propomos um debate em duas noites com os temas: “Descolonização, feminismos e território” e “Zona Cultural, gentrificação e hipsterização” e contando com a presença de ativistas e investigadores que atuam entre a produção de conhecimento na universidade e as lutas urbanas. Curadoria: Grupo de Pesquisa Indisciplinar/ EAD UFMG PROGRAMAÇÃO 15/ fevereiro Descolonização, feminismos e território 18:00 – Cláudia Mayorga (Pró-reitoriaadjunta de extensão da UFMG) 18:30 – Maria Fernanda Salcedo Repolês (Pólos de Cidadania/ ED UFMG) 19:00 – Natália Alves (Indisciplinar/ EAD UFMG) 19:30 – Debate Mediação: Marcela Brandão (Indisciplinar/ EAD UFMG) 16/ fevereiro Zona Cultural, gentrificação e hipsterização 18:00 – Natacha Rena (Indisciplinar/ EAD UFMG) 18:30 – Thiago Canettieri (Indisciplinar/ IGC/ Brigadas Populares) 19:00 – Ludmilla Zago (Cidade e Alteridade/ Real da Rua) 19:30 – Debate Mediação: Felipe Soares (Indisciplinar/ Real da Rua/ Conselho Municipal Zona Cultural)...

Indisciplinar convida para defesa de tese da professora e pesquisadora Karine Gonçalves Carneiro

O Indisciplinar convida para defesa de tese “MORADORES DE RUA E PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO: análise sobre Bogotá e Belo Horizonte sob uma perspectiva genealógica” da nossa Professora e pesquisadora Karine Gonçalves Carneiro. A pesquisa de doutorado foi orientada pela Professora Cristina Almeida Cunha Filgueiras, da PUC-Minas e a comissão examinadora conta com a presença da Professora Doutora e líder do Indisciplinar, Natacha Rena, a Professora Doutora, coordenadora do Grupo de Pesquisa Cidade e Alteridade, Miracy Barbosa Gustin, o Professor Doutor Renarde Freire Nobre da UFMG, a Professora Doutora Candice Vidal e Souza da PUC Minas e a Professora Doutora Regina de Paula Medeiros da PUC Minas. DIA/HORA: 25/04/2016, 2ª feira, com início às 14:00 horas LOCAL: Av. Itaú, 505 – 4º andar – Bairro Dom Cabral – Tel.: 3411- 5162   Resumo da tese: Através de um procedimento genealógico nos moldes foucaultianos atrelado a uma pesquisa de campo alicerçada na etnografia, esta tese busca identificar e analisar os mecanismos, estratégias e táticas de poder/saber que interferem ou atuam, no âmbito das intervenções sobre o urbano em função do planejamento público, sobre os modos de vida dos moradores de rua nas cidades de Belo Horizonte, no Brasil, e de Bogotá, na Colômbia, no que concerne às suas relações com os espaços públicos da cidade. Nessa perspectiva, a intenção foi a de conduzir um olhar para o espaço urbano a partir de corpos e pessoas compreendidos, não como problemas, mas como parte de conflitos, embates, pertencimentos, estratégias, formas de sujeição, exclusões e regimes de verdade numa trama cotidiana produtora de saberes e espaços outros. Para isso, a partir do próprio dia a dia experimentado pelos moradores...

VII Festival de Arte Público GRAFFF15

A investigadora Janaina Marx participará como palestrante no “VII Festival de Arte Público GRAFFF15″ no Equador durante os dias 28 de Outubro a 3 de Novembro de 2015. O evento, organizado pelo Colectivo Central Dogma, tem passado por varias cidades do Equador e nesta sétima edição, que possui um forte sentido de inovação e responsabilidade social, busca-se criar espaços de dispensadores de felicidade para Pujilí cidade, cujo nome significa “pousada dos brinquedos” onde sua paisagem, seus artesãos, seus mercados e suas feiras são o seu maior potencial. O festival tem uma ampla agenda de intervenções e atividades em espaços públicos, dentre eles, ação arte, ações poéticas, performance, instalações, produção de murais, oficinas, dança e shows abertos ao público. Esta agenda é permeada por palestras que buscam fomentar o debate e a reflexão sobre o espaço público entendido como um bem comum (commons). Realização: Colectivo Central Dogma, directores Verónica Ibarra (Vera) e Jose Luis Jácome Início: 28/10/2015 (quarta-feira) Término: 05/11/2015 (terça-feira) Local: Pujilí, Equador....

Janaína Marx e Hernan Espinoza no Taller MET-Equador

Os investigadores Janaina Marx e Hernan Espinoza participarão como palestrantes  em 3 de setembro (quinta-feita) do evento“Taller MET (Mariscal Sucre|Elliniko|Tempelhof)” en la Flacso – Ecuador. O evento, organizado pelo acadêmico e investigador da Universidade de Atenas Nicholas Anastasopoulos*, debaterá os bienes comunes metropolitanos, enfatizando o caso do antigo aeroporto de Quito. *O PhD Nicholas Anastasopoulos é arquitecto, academico e investigador. Em 2014 foi investigador Prometeo pelo IAEN,Quito/Ecuador. Descrição do evento Mariscal Sucre|Quito – Elliniko|Atena – Tempelhof|Berlin Todos os aeroportos compartilham algumas infra-estruturas comuns, como pistas, torres de controle e hangares. É uma especie de linguagem comum desenvolvida ao longo do tempo, que atende as funções normais de um aeroporto. Ex Aeroportos são dotados deste patrimonio e desafio, um convite para examinar este tipo de infra-estrutura social, técnica, operacional e legal. Desta maneira, este workshop entende os antigos aeroportos como portos de idéias, centros de inovação social e produção de visões de novos centros para as cidades do futuro, que poderiam ser projetados por seus proprios cidadãos.   |ex –aero|  Portos para as personas e para as ideias! O worshop entre as tres nacionalidades Equador , Grécia e Alemanha se inspira na riqueza da produção P2P, incluindo indivíduos, coletivos, movimentos sociais e instituições com o objetivo de transferir essa experiência a um espaço físico. O worshop debaterá o tema no ambito do conceito dos “bens comuns metropolitanos”, proporcionando a oportunidade de explorar o conceito de governança e gestão participativa. Diante dessa cooperação estabelecida entre essas três cidades, a hipótese de trabalho é a produção cooperativa, o planejamento participativo, novas formas de governança e a regeneração dos comuns metropolitanas …   Realização: Flacso – Ecuador (Nicholas Anastasopoulos)...

III Seminario Internacional Procesos Urbanos Informales “GESTIÓN SOCIAL DE LA CIUDAD Y EL TERRITORIO”

Janaína Marx, Joviano Meyer e Natacha Rena participam, entre 22 e 25 de julho do III Seminario Internacional Procesos Urbanos Informales “GESTIÓN SOCIAL DE LA CIUDAD Y EL TERRITORIO“, na Colômbia. No dia 23 de julho, Natacha e Joviano estarão na mesa 3 “Desarrollo urbano, políticas públicas y su articulación con la gestión social del territorio.” apresentando “Metrópole biopolítica, urbanismo neoliberal e ocupações enquanto resistências biopotentes”. No mesmo dia, participando da mesa 5 “Papel de la Universidad y el dialogo de saberes en la Gestión Social del Territorio y la ciudad.”, Janaína, Joviano e Natacha apresentam “#NoVaHaberNovaBH: la actuación del grupo de investigación Indisciplinar.” Clique aqui para acessar o folheto com a programação completa do seminário....

iconoclasistas em #novabh

Pesquisadores do Indisciplinar participam do evento Noite Branca que em 2014 promove um encontro aberto com os seis coletivos e estúdios convidados para ministrar oficinas no evento: Iconoclasistas (Argentina), Pkmn Arquitectura (Espanha), Assemble (Inglaterra), Opavivará (Brasil), Daily Tous Lês Jours (Canadá) e Naja & De Ostos (Inglaterra) apresentam conceitos e projetos que tocam em arte, design, arquitetura, cidade, interação, cidadania, jogo e pedagogia. As palestras estão sendo transmitidas via streaming no site www.noitebrancamg.com.br. Nesta próxima sexta feira, dia 23, às 13:30 da tarde, nós vamos entrevistar a dupla dos Iconoclasistas que são uma forte referência para nossos processos de copesquisa cartográficos. Como parte das atividades nesta oficina/ workshop, estamos mapeando o município de Belo Horizonte e nos  próximos passos, iremos sair para campo e realizar um mapa afetivo pra identificar informações sobre os processos de gentrificação que estão acontecendo por interesse do Estado-mercado imobiliário de Belo Horizonte. #NovaBH#Iconoclasistas #Indisciplinar  #NãoVaiTerNovaBH Após o término da oficina, os Iconoclasistas publicaram  toda a experiência em seu blog: http://www.iconoclasistas.net/post/taller-de-mapeo-colectivo-en-la-noite-branca-belo-horizonte-brasil/  ...

Teaser do Mapeando o Comum em SP

Aqui um teaser explicativo do Mapeando o Comum que fizemos em São Paulo dentro do evento Multitude Pompéia e que faremos a segunda versão em BH na última semana do mês de julho. A primeira versão por aqui aconteceu  em fevereiro de 2014 no evento Cartografias Biopotentes realizado pelo Indisciplinar dentro do Verão Arte Contemporânea. Este novo momento do workshop Mapeando o Comum em BH irá acontecer expandindo para toda região metropolitana e envolver movimentos sociais multitudinários dentro da programação do ‪evento Cartografias do Comum‬ no Espaço do Conhecimento da UFMG. Este workshop em SP foi dirigido por: Pablo de Soto, Natacha Rena, Felipe Brait e Bernardo Gutierrez. E para acompanhar as atividades do evento que estamos realizando Cartografias do Comum acompanhe a fanpage do evento: https://www.facebook.com/pages/Cartografias-do-Comum/241739899361022?fref=ts Link pro teaser sobre o evento Mapeando o Comum em SP: https://www.youtube.com/watch?v=oH_ZWnZlMXI&noredirect=1 E uma entrevista com Natacha Rena sobre todo o processo:...

Marco Civil e Tecnopolíticas

O Grupo de Pesquisa Indisciplinar convida para o Seminário “Marco Civil e Tecnopolíticas: constituindo uma nova democracia” com: Sérgio Amadeu (Universidade Federal do ABC), Javier Toret (15M) e Natacha Rena (Indisciplinar_UFMG). Nesta sexta, dia 20 de junho, às 19 hs no Auditório da Escola de Arquitetura da UFMG. http://blog.indisciplinar.com/wp-content/uploads/2014/06/15M.png Mini-currículo dos palestrantes: Sergio Amadeu da Silveira é pesquisador e professor adjunto da Universidade Federal do ABC (UFABC). Integra o Comitê Científico Deliberativo da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura (ABCiber). Presidiu o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (2003-2005). É membro do Comitê.Gestor da Internet no Brasil. Pesquisa as relações entre comunicação e tecnologia, práticas colaborativas na Internet e a teoria da propriedade dos bens imateriais. Autor dos livros: Exclusão Digital: a miséria na era da informação e Software Livre: a luta pela Liberdade do conhecimento. Desenvolve trabalhos nos seguintes temas: exclusão digital, tecnologia da informação e comunicação, sociedade da informação, economia informacional, cidadania digital e Internet. Javier Toret é um pesquisador e ciberativistas espanhol. Foi um dos articuladores do movimento 15M e também participou da construção tecnopolítica do jovem Partido X espanhol. Investigador do Internet Interdisciplinary Institute da Universitat Aberta de Catalunya ­ IN3. Tem desenvolvido trabalhos na área de filosofía, política, psicologia e tecnologia; mutações da subjetividade e as formas de comunicação, ação e organização coletiva na era das redes. Natacha Rena é pesquisadora e professora da Escola de Arquitetura da UFMG, líder do Grupo de Pesquisa Indisciplinar CNPQ/EA UFMG e coordenadora do CENEX_Centro de Extensão da Escola de Arquitetura da UFMG. Vem realizando a curadoria de vários eventos envolvendo arte, arquitetura, urbanismo e política como: ARQUITETURA E...

Palestra do Negri no evento Multitude

Hoje, (quinta_05 de junho) teremos uma palestra importantíssima em nosso contexto político atual com um dos maiores pensadores de esquerda do mundo: ANTONIO NEGRI (autor com Michael HARDT de Império, Multidão e Comum). A fala intitulada “A democracia da multidão” terá apresentação do pensador ítalo-brasileiro Giuseppe Cocco (Universidade Nômade_UFRJ) e mediação da pesquisadora Natacha Rena (Indisciplinar_UFMG). LOCAL: Teatro do Sesc Pompeia (retirada de ingressos uma hora antes) HORÁRIO: 19:00 Para conferir toda a programação do evento Multitude curta a fanpage: https://www.facebook.com/multitudinario?fref=ts Acompanhe o site: http://www.sescsp.org.br/multitude/encontros/ Siga o twitter: @multitude2014...
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com